Raio: Desligado
Raio:
km Set radius for geolocation
Pesquisar

Com ouro na vela, Martine Grael é 1ª campeã olímpica brasileira a repetir feito de um de seus pais

Com ouro na vela, Martine Grael é 1ª campeã olímpica brasileira a repetir feito de um de seus pais

19Martine Grael e Kahena Kunze fizeram história nas águas da Baía de Guanabara nesta quinta-feira ao conquistar uma medalha de ouro na vela, na classe 49er FX, na Rio 2016. Juntas, ganharam o primeiro ouro feminino brasileiro do esporte na história das Olimpíadas.

Martine, porém, estabeleceu marcas à parte: além de aumentar o legado de seu sobrenome na galeria de heróis olímpicos do Brasil, ela conquistou para o país um inédito “ouro geracional”.

Ela é a primeira filha de um campeão olímpico a repetir o feito. Seu pai, o velejador Torben Grael, é, ao lado do colega de esporte Robert Scheidt, o maior medalhista olímpico brasileiro.

Martine Grael e Kahena Kunze

Ele ganhou seu primeiro ouro há exatos 20 anos, em Atlanta 1996. Conquistou mais um em Atenas (2004). Também já levou uma prata, em Los Angeles (1984), e dois bronzes, em Seul (1988) e Sydney (2000).

Na história olímpica brasileira, apenas o levantador Bruninho, da seleção masculina de vôlei, tinha iniciado uma “dinastia” ao conquistar uma medalha de prata em Pequim 2008, mesma posição no pódio que seu pai, o técnico Bernardinho, ficou como jogador em Los Angeles, em 1984.

Torben Grael

A família Grael tem ainda dois bronzes olímpicos conquistados pelo irmão de Torben, Lars, também velejador, em 1988 e 1996. Lars e Torben foram os primeiros irmãos a conquistar medalhas pelo Brasil, recorde que durou até 2012, quando Esquiva e Yamaguchi Falcão subiram ao pódio no boxe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com